Carreira Dev

21 jun, 2013

Pesquisa mostra como cloud computing entra na agenda de continuidade de negócios

visualizações
Publicidade

Segundo um estudo feito pela AT&T com 500 executivos da área de TI dos Estados Unidos, 76% das empresas entrevistadas utilizam a computação em nuvem ou têm planos de investir em serviços do setor este ano. Além disso, 62% já incluíram serviços de nuvem em sua infraestrutura, o que representa um crescimento de 11% em relação ao ano anterior.

O levantamento também mostrou que 66% das empresas utilizam ou consideram o uso de serviços de nuvem para reforçar suas estratégias de continuidade. Para fins de recuperação de desastre, 49% das companhias pretendem aproveitar a computação em nuvem para armazenar dados. Uma das maiores preocupações dos gestores é adotar medias proativas de segurança – nove em cada 10 corporações dizem já atuar assim.

Os CIOs se mostraram atentos com ameaças que podem interromper os negócios. Entre elas estão possíveis violações à segurança e desastres causados pela natureza.  Como resultado 63% dos executivos de TI entrevistados mencionaram a ameaça iminente de violações à segurança como a maior preocupação em 2013. A pesquisa também revelou que 84% dos CIOs norte-americanos se preocupam com o uso de aparelhos e redes celulares e com seu impacto nas ameaças à segurança.

88% dos executivos salientaram a crescente importância da segurança e indicaram que suas empresas adotaram uma estratégia proativa. 64% das empresas incluíram capacidade de sua rede sem fio em seus planos de continuidade de negócios. De acordo com o levantamento, 87% dos executivos indicaram que suas organizações mantêm um plano de continuidade, para o caso de desastre ou ameaças – um ligeiro aumento em comparação ao ano passado (86%).

Com informações de Convergência Digital